quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Tanea Fragoso: Vou:


Vou

Necessito te abraçar, forte,

como se o amanhã não existisse.

Necessito sentir meu rosto entre tuas mãos,
saciar estes desejos, hoje vãos,
e daria-te a lua, o céu, se me pedisses.



Vou, 

quero perdendo-te em meu olhar
que daqui te alcança, neste amor.
Vou ao teu abraço, levando-te a ternura,
levando de meu ser, toda a candura,
que possa aconchegar-te ao meu calor.

Vou, 
Entrego-te minha boca ansiosa por teu beijo,
como pássaro sedento da liberdade de todo dia.
Te oferecerei o suave sabor da paixão
que castiga assim, este pobre coração,
e te serei o coração desabrochando poesia.

Vou, 
Quero sentir teu coração, suspirando,
de amor, de paixão que arrebata.
Quero a saudade me libertando, 
e este teu amor me saciando
-a vontade de ti que, aos poucos, me mata.

..............Tanea Fragoso.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário