quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Poesia De Quinta Na Usina: D'Araújo: Manhãs e noites:



Como sois lindas,
Ó bela e enevoada flor,
Que seja eterno o amor
E o desejo que por ti velo,

E que as manhãs e noites,
Sejam separadas, apenas
pelo o imenso prazer de estarmos,

sempre juntos.



Conteúdo do Livro:

















Editora: www.perse.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário