quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Carmo Vasconcelos: MEU LUGAR:




O meu lugar cativo está no Além,
que este daqui, por marco provisório,

tem seu tempo marcado, transitório,

é morada perpétuade ninguém.
Estamos de passagem, mas porém,
não é caminho vão, de todo inglório,
pois se revela p'raalma sanatório
de erros passados - carma que detém.
Na breve estada cabe-nos saldar
o "deve" e "haver" de vidas já vividas
na displicência própria dos infantes;
sair da senda dos ignorantes,
crescer na luzdas chances concedidas,
p'ra ganharmos, enfim, "nosso lugar".
***
Lisboa/Portugal
Carmo Vasconcelos
A editora Sandra Veroneze, diretora da Pragmatha(Porto Alegre,RS), criou o site do Caderno literário
onde poetas publicam gratuitamente, atendendo a um tema proposto. Neste, o tema foi “MEU LUGAR”.
Veja o meu poema abaixo, mas você pode ir ao endereço (link a seguir) e ler os demais autores:

Meu Poema:

Nenhum comentário:

Postar um comentário