quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Quarta Na Usina: Poetisasa Da Rede: Margarita Leonor Berríos García: Fragmento del poema.."Te he contado":


Te he contado todo lo que mi instinto segrega

te he contado cuales son mis días de furia

te he contado las veces que me llega en invierno
las ganas de buscarte entre los linos de mi cama
las veces que necesito que seas trueno
y que al llegar tu reposo te vuelvas fuego.
Me he oscilado en las nubes cargadas de agúita
para cantarle al aguacero cuando tu no me quieras llorar
para cuando te muevas entre mi vientre y te tornes urgencia
del placer de hembra y que no sea catástrofe el pálido
placer del amor.


Y me pregunto- ¿me habrás oído en tu calidad de macho ?

Es que te pregunto por si no has escuchado mi voz en mi grito
o cuando amablemente me interpreta en mi reclamo el zorzal
o cuando las palmas de mis manos te perfilan en el bis
al roce, la caricia pulcra de yo, por mi, tu amada.

Te he contado mis noches de cenicienta en sequía
te he contado la avaricia que me surge de poseerte
te he contado las ganas de que seas mi danza nocturna
después de ser cuerpos ligados y almas atadas....

Fragmento del poema.."Te he contado"
Margarita Leonor Berríos García ©
Contou tudo o que meu instinto segrega disseste são meus dias de raiva de que você ter dito que os tempos que se querer ficar entre o linho de meus tempos de cama, que eu preciso ser trovão e que, quando você descansar você retornar fogo no inverno.
Eu já oscilou na água carregada de nuvens para cantar para o aguaceiro, quando você não me ama choram para quando você se move entre minha barriga e você torneios você urgência do prazer feminino e non-catástrofe pálido prazer do amor.


E gostaria de saber - fazer que ouvi na sua qualidade de macho?



É que você quer saber se você não ouviu minha voz no meu grito ou quando gentilmente me interpretado meu sapinho de reivindicação ou quando as palmas das minhas mãos te delinear o BIS para o atrito, a carícia pura de mim, por mim, seu amado.



Te contei minhas noites de Cinderela na seca contou ganância que surge da própria você contou desejo de ser minha dança da noite depois de ter sido vinculados corpos e almas anexadas...



Trecho do poema..."Contou "Margarita Leonor Berríos García 

Nenhum comentário:

Postar um comentário