quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Célia di Oliveira: BUNDAS E PEITOS:


Quando somos vazios pensamos coisas estranhas,

valorizamos coisas estranhas,

comemos coisas estranhas,
Enfim,estranhos nos tornamos.
E em meio a tamanha redundância,
eis que graças despertamos 
das mesmices também...
Foi assim que comecei a me questionar
sobre bundas e peitos.
Senti que não enriquecia o meu intelecto e nem
não me aproximava de quem interessante é.
Bundas e peitos não é mundo para mim
que pensa longe...
Que valoriza mais a alma
que a carne...
Sei que bundas e peitos 
podem ser fabricados
por encomenda e 
que nem tão 
caros são...
Viva as bundas e peitos,
mas viva também o cérebro
brilhante de alguém,
mesmo porque,
neste mundo de meu Deus,
há lugar para você e eu.



Célia di Oliveira.
2014/10/18

                        Extensão do Blog Letras,linhas E Textos

Nenhum comentário:

Postar um comentário