quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Violeta Disla:




MUY CERCA DE MI, ACASO YO TE BENDIGO VIDA. POR QUE NUNCA ME DISTE NI ESPERANZA FALLIDA, NI TRABAJOS INJUSTOS, NI PENAS INMERECIDAS. PORQUE VEO AL FINAL DE MI DURO CAMINAR, QUE YO FUI EL ARQUITECTO DE MI PROPIO DESTINO, QUE SI EXTRAJE LAS HIELES O LA MIEL DE LAS COSAS, FUE POR QUE EN ELLAS PUSE HIEL Y MIELES SABROSAS Y CUANDO PLANTE ROSALES, COSECHE SIEMPRE ROSAS. CONCRETO A MI LEJANIA VA A SEGUIR EL INVIERNO, MAS TU NO ME DIJISTE QUE MAYO FUERA ETERNO. HALLE SIN DUDAS LARGAS LAS NOCHES DE MIS PENAS, MAS NO ME PROMETISTE TAN SOLO NOCHES BUENAS Y EN CAMBIO TUVE ALGUNAS SANAMENTE SERENA. AME FUI AMADA, EL SOL ME ACARICIO MI FAZ. VIDA, NADA ME DEBES, VIDA ESTAMOS EN PAZ.

MUITO PERTO DE MIM, TALVEZ EU TE ABENÇOE VIDA. VOCÊ NUNCA ME DEU OU ESPERANZA FALHOU, OU INJUSTA TRABALHAR IMERECIDO CASTIGO. PORQUE EU VEJO NO FINAL DA MINHA CAMINHADA DIFÍCIL, EU ERA O ARQUITETO DO MEU DESTINO, QUE SE EXTRAI O HIELES OU COISAS QUERIDA, FOI QUE ELES COLOCARAM FEL E MEL SABOROSO E QUANDO PLANTE ROSALES, SEMPRE COLHER ROSAS. CONCRETO MINHA DISTÂNCIA SEGUIRÁ O INVERNO, MAS VOCÊ NÃO ME DISSE QUE QUE PODE ERA ETERNA. HALLE, SEM DÚVIDA, LONGAS NOITES DE MINHAS FRASES, MAS NÃO ME PROMETEU APENAS BOAS NOITES E EM VEZ DISSO, TINHA ALGUNS SERENA SAUDÁVEL. AMOR, ADOREI, O SOL ME ACARICIANDO MEU ROSTO. VIDA, NADA PRECISO, ESTAMOS EM PAZ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário