quinta-feira, 30 de março de 2017

Poesia De Quinta Na Usina: Mário Quintana: O segundo mandamento:



Bem sei que não se deve dizer o Seu Santo nome em [Vão.
Mas, agora,

o seu nome é apenas uma interjeição

como acontece com Minha Nossa Senhora! este belíssimo grito tão certamente errado
como o faz tanta vez o povo em suas descobertas. A voz do Povo é um Livro de Revelações.
Só tem que o tempo as foi sedimentando em sucessivas [camadas
E elas agora nos dizem tanto como uma pedra.

Agora restam-nos apenas as palavras técnicas pertencentes ao vocabulário inerte dos robôs.

Porém um dia as pedras se iluminarão milagrosamente [por dentro.
porque só termina para todo o sempre o que foi [artificialmente construído...
Um dia,


um dia as pedras gritarão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário