quinta-feira, 9 de março de 2017

Poesia de Quinta Na Usina:D'Araújo: Flores para Cegos:


Jaime, D'Araújo, Almério, e Marcos.




Como é doloroso um Jardim de belas flores,
Que os olhos externos que fingem ser cegos,
Para não ver a beleza que há, em cada olhar.
Nestas almas em prantos a sonhar,
com o tempo que vem,
na esperança de esquecer o tempo que foi,
e assim poder novamente exalar todo seu perfume,

que há nas novas primaveras do novo tempo que virá.


D'Araújo: Poema dedicado as belas flores(Mulheres) do Presídio Feminino do BUTANTAN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário