quarta-feira, 22 de março de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Lic Ana Castañeda:


Has bebido de mí
como has querido
y yo de ti
entre los dos, deseos furtivos.



He sido arcilla en tus manos

me moldeaste a tu manera

los dos unidos

fuimos... pasión, deleite y fuego.

Nuestra noche ha sido inolvidable
los dos desatados en nuestra lujuria.
Cuando estoy en tu cama esperando por ti, para que seamos uno,
El deseo se vuelve más intenso, pero llega el momento, en que abro mi ser para que entres, para que me hagas tu mujer, y el ser que más te satisfaga en todo.
Y me fascina morir de deseo entre tus brazos... fundirme con tu calor, con tu cuerpo, con tu movimiento, amarte hasta nunca cansarme…
Amarte una y otra vez es como tocar el cielo sin ningún esfuerzo por que tú eres mío y tu cuerpo mi único refugio de amor, alcance total del amor pleno.
Você ter bebido fora de mim como você queria e eu te entre os dois, desejos furtivos.



Estive a argila em suas mãos eu moldeaste seu caminho a dois Unidos foi... fogo, paixão e prazer.



Nossa noite foi inesquecível tanto na nossa luxúria.

Quando estou na sua cama, esperando por você, para que sejamos um, desejo torna-se mais intenso, mas vem a hora, quando eu abrir a minha sendo assim que você entrar, então me faça sua mulher e que você se encaixa em tudo.
E fascina-me a morrer de desejo em seus braços... para me derreter com o calor, com seu corpo, seu movimento, amo-te para nunca cansado...
Amo-te mais uma vez é como tocar o céu sem qualquer esforço que você é meu e o seu corpo meu único refúgio de amor, amo o escopo completo. (Traduzido por Bing)

Nenhum comentário:

Postar um comentário