quarta-feira, 8 de março de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Patricia Zago: Poema: ‘DAS ANTIGAS’


Ah... Sou mesmo antiga e daí?
Não tenho vergonha
de admitir,
que não troco de amor
como quem
troca de roupa, todos os dias...



Sei que estou 

mesmo 

fora de moda, ‘old-fashioned’ 

como alguns diriam...



Mas, amor pra mim

não é artigo exposto na vitrine!



Que a cada estação

muda de forma e de cores,

no cabide,

ou, ainda, naqueles desfiles 

duma nova coleção!



Pois, sou moça ‘das antigas’!



E não tenho vergonha

de admitir,

que não troco de amor

como quem

troca de roupa, todos os dias...



Ah, sou mesmo antiga e daí?



P.Z.

















Link para adquirir o Livro: "Enquanto Deus Dormia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário