sexta-feira, 24 de março de 2017

Sexta Na Usina: Poetas Da Rede: Herculano Novaes Aragão:MISSÃO EM POSSÍVEL:



Poesia surreal
Brunei mandei catar
Bórneo mandei ao Qatar
Estúpido cuspido
Insano real, los ojos
Destruído, pô
Calçada jeans
Substrato solar
McDonald's noturnos
Ensanguentado o óleo Paixão
Co'cacau faço brow
Cantores tuberculosos
Magros negros semi-raivosos
Supernight da Light
Cagada de tênias
E tênis descascados
Rolando talco calcificado
Que as garrafas estão vazias
Sabia o premonitório
Palcos sem pisos
Plástico queimado
Indespedida pedida
de tempos adolescentes
Deixe queimar a queda
Edifique a paineira
Plante tijolos e molhos
Quem sabe se nasce?
O amanhã ao outro
pertence
Sem teus pertences
Apetece o nojo simulado
O sublime céu nublado
Toxicou, toxicou
Quebrou corações e carótidas
Não sou vaso ruim
Pais olham seus filhos
mas estranho não olha tua vida
Correndo, esperando
Perdido em Kosovo
Nevoeiro madrugueiro
Bolo de nozes e nós
Enrolado no papel de cigarro
Excedido o acendido
Brasa d'algas derretidas
Sonoros milionários
não são pajés
S'espera a maré
Sonhe ex-sonhador
Não fale para mim
a causa da tua coceira
Mas coça
Cansaço sem calças
Bolhas de ermitão
Põe pra carregar o dia
Não deixo faltar
só comida
Tecnologia não adianta
Preguiça me raspa a garganta
Eletrônico o espírito não é
Pus o bebê a engatinhar
e o gato no alto do muro
Não lavarei a roupa suja
mesmo nos dias escuros
Levarei o caixão
para fazer valer o pão
Deixa eu correr atrás
senão vou ficar pra trás


HERCULANO NOVAES



Uma hora e 44 minutos de 22 de janeiro de 2013.


http://herculanonovaes.blogspot.com.br/2013/11/missao-em-possivel.html











Link para adquirir o Livro: Calabouço contos e outros:
http://24.233.183.33/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br

Nenhum comentário:

Postar um comentário