quarta-feira, 12 de abril de 2017

Quarata Na |Usina: Poetisas Da Rede: Clara Rocca:




Você me acusou

Sabendo pela metade
Tudo que passou ali.
Não sei explicar a razão,
Te peço perdão
Mas sua acusação é de uma injustiça sem fim.
Anos de amizade,
Me pegou de surpresa,
Até senti um pouco de tesão,
Mas te juro que eu não queria.
Até agora estou me perguntando o que foi tudo isso?
Me beijou os lábios e eu fiquei assim…
Sem saber o que fazer,
Retribuindo até me decidir.
Esse foi meu erro,
Ter sido tão ingênua de achar que amor envelhecido podia se tornar amizade.
Ele parecia estar louco,
Dizia barbaridades,
Juras de um amor que só ele construiu.
Mas se você quer saber,
Meu desgosto é maior do que o seu.
Você acha que pode me xingar,
Achar que fiz parte de um pecado,
Mas a verdade é que ele me atacou
Abusando da minha amizade,
Do meu corpo e da minha dignidade.
Além disso, te traiu.
Não só fisicamente,
Pois tudo que ele dizia pra mim era sobre amor.
Ele parecia estar louco,
Dizia barbaridades,
Juras de um amor que só ele construiu.
Nada fez sentido, do começo ao fim.
Você pode me xingar o quanto quiser
Mas seu amado não merecia ser tão amado assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário