quarta-feira, 26 de abril de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Elvira joana cocco: EL AMOR LA ABANDONÓ:


Solo quería una demostración de su amor

un abrazo romántico y un beso de pasión
que le hiciera sentirse amada..necesitada..
ansiaba éso más que nada para que su sed 
de amor se calmara..pero éso jamás sucedió.
El no supo entenderla, y la dejó muy sola
y abandonada en medio de una tormenta
que la rodeaba de oscuridad y tristeza.
Se sintió vacía sin saber a quien pedir ayuda
el dolor la supera y su tierna alma grita y 
agoniza..gime mientras su corazón destrozado
pide por ése amor que la dejó y huyó de ella. 
El temor y el dolor oprimen su garganta
sellando el llanto y la tristeza que quieren salir
a gritos de su alma adolorida y atormentada.
Llora mientras una profunda angustia se 
apodera de todo su ser.
Una fría y densa oscuridad envuelve su cuerpo
siente el alma vacía y un corazón que ya no late.

Elvira Juana Cocco

Buenos Aires - Argentina
05 / 06 / 2015
Derechos reservados de autor
O amor a abandonou


Queria apenas uma demonstração do seu amor
Um abraço romântico e um beijo de paixão
Que lhe fizesse sentir-se amada.. Carente..
Algo que isso mais que nada para que a sua sede
De amor se calmara.. Mas isso nunca aconteceu.
O não soube entendê-la, e a deixou muito sozinha
E abandonada no meio de uma tempestade
Que a rodeava de escuridão e tristeza.
Sentiu-se vazia sem saber a quem pedir ajuda
A dor a ultrapassa e sua tenra alma grita e
Agoniza.. Gime enquanto seu coração destruído
Pede por esse amor que a deixou e fugiu dela.
O medo e a dor oprimem sua garganta
Sellando o choro e a tristeza que querem sair
Aos gritos da sua alma angustiada e atormentada.
Chora enquanto uma profunda angústia se
Apropria de todo o seu ser.
Uma fria e densa escuridão envolve seu corpo
Sente a alma vazia e um coração que já não ladra.

Elvira joana cocco
Buenos aires-argentina
05 / 06 / 2015
Direitos reservados de autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário