quarta-feira, 5 de abril de 2017

Quarta Na Usina:Poetisas Da Rede:Manoli Ariza:


No me llames amor mío
que mi amor ya no es de nadie,

sólo es un tempano frío

que va derritiendo el aire,

de un amanecer sombrío.


Que bien sabes tú que se lo llevó,
cuando se marchó a la tumba,
el que al irse se dejó,
mi alma amarrada a la suya,
envuelta en mi corazón.
Não me chame de meu amor, meu amor, 
não é ninguém, é apenas 
um resfriado que você está derretendo o ar, 
um iceberg do amanhecer sombrio.



Sabe muito bem quem o levou, 

quando ele foi para o túmulo, 

que quando caiu, minha alma amarrada dela, 
envolto em meu coração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário