segunda-feira, 8 de maio de 2017

Crônicas De Segunda Na Usina: D'Araujo:Eu também quero.



A imoralidade política no nosso país finalmente chegou ao extremo, rasgaram todas as formas de ideologias possíveis. Hoje já não se sabe que tipo de compromisso eles tem com uma identidade política, não se consegue mais se distinguir, direita esquerda, centro ou mesmo, o radicalismo oportunista.
Hoje o que demanda a ideologia, é saber quantos cargos a sua legenda vai ocupar e qual o percentual que poderão surrupiar dos cofres públicos, para inflar os saldos bancários de suas legendas e seus respectivos caciques.
Pois a massa que os acompanha já está acostumada a se contentar com as migalhas que respigam dos afortunados.
Até quando vamos todos fechar os olhos e tampar os ouvidos da santa hipocrisia, esperando quem sabe, que também chegue a nossa vez.
Estamos todos alimentando a um estopim que certamente um dia vai explodir.
Infelizmente não restou se quer uma só instituição publica, que não corrompa ou não esteja corrompida, assim como as grandes instituições privadas, que galopam na direção dos seus interesses, como corruptores ativos e constantes.
A esquerda para alimentar o seu sonho de poder, se juntou aos porcos achando que não seria respigado pela podridão que dela exalou, 
E hoje os que se apresentam como solução sempre comerão no mesmo coxo.
O povo Brasileiro aprendem de uma vez, que cada um de nós somos os responsáveis pelos desmando deste devasto poder, ou esta pátria vai naufragar, mesmo antes de pegar seu verdadeiro romo do progresso, quando é que vamos ter coragem de levantar nossos gordos rabos do conforto do sofá da sala, e mostrar para este bando de hipócritas que somos cidadãos  e queremos ser tratados como o mesmo.
Até quando vamos deixar essas organizações criminosas que se denominam partidos; levar os sonhos de nossos filhos pelo ralo da corrupção, será que não resta nem mesmo um só que entenda que ou determinamos o que queremos e exigimos que seja feito, ou isso nuca vai mudar.
Porque tanta preguiça de cuidar do que é nosso, e deixamos tudo nas mãos dos outros, até quando?
Não se muda uma pátria no dia da eleição, pois é isso que esses formuladores de opinião, um bando de almas compradas querem que você acredite ,pois isso tem feito eles permanecerem intocáveis, apenas revesando no poder, porque muda a legenda e rombo nos cofres públicos só aumenta.
Quando que vamos ter opinião própria, quando é que vamos fazer o que é necessário, até quando vamos continuar fingindo sermos todos burros, para não termos que tomarmos uma atitude.

E infelizmente hoje os que têm autoridade para condenar são os mais condenáveis.

2 comentários: