sexta-feira, 12 de maio de 2017

Sexta Na Usina: Poetas Da Rede: Manuel Alejandro Siguencia ananás:Como Tu No Hay Otro Ser.:


Pregunto a los dioses del Olimpo,
¿que ser asemeja a una mujer?
mas Afrodita la diosa de la belleza,

me ha dicho lentamente al oído,

pequeño muchacho esa respuesta es difícil contestarla.
Me quedo pensando en los mares de la memoria,
viajo sin parar alrededor del mundo,
mas no encuentro en este planeta ser que asemeje a ti,
y la seducción de tu alma acaricia mis días.

Construyo una nave espacial,
salgo del laberinto de nuestro universo,
me encuentro con nuevos seres,
pero ninguno se iguala contigo mujer.

Comprendo a lo largo de mi viaje,
que no encontrare a ninfa como tu,
¡hay mujer como no adorarte !
fruto bendito de tu ser en la cual mil poemas guardas,
y me arrodillo para amarte y adorarte.

Magníficos y bellos dotes,
tertulia del alma del hombre,
son tus caricias aventuradas,
la mas hermosas rimas del quien por ti suspira.

Poemas Para Una Mujer
Manuel Alejandro Siguencia Piña
Como sua não há outro ser.



Pergunto aos deuses do Olimpo,
Que ser se assemelha a uma mulher?
Pero Afrodite a penetramos da beleza,
Disse-me lentamente ao ouvido,
Pequeno garoto essa resposta é difícil responder.

Fico a pensar nos mares da memória,
Viajo sem parar à volta do mundo,
Pero não encontro neste planeta ser que consentânea com você,
E a sedução da sua alma avança meus dias.

Aumentei as uma nave espacial,
Saio do labirinto do nosso universo,
Me encontro com novos seres,
Mas nenhum se encontra paralelo com você mulher.

Compreendo ao longo de minha viagem,
Que não encontrare a ninfa como seu,
Há mulher como não adorarte!
Fruto bendito de seu ser na qual mil poemas salva,
E me arrodillo para amarte e adorarte.

Magníficos e belos dotes,
Café da alma do homem,
São suas caricias perigosas,
A pero belas rimas do quem por ti anseiam.

Poemas para uma mulher

Manuel Alejandro Siguencia ananás

Nenhum comentário:

Postar um comentário