sexta-feira, 26 de maio de 2017

Sexta Na Usina: Poetas Da Rede:Ivan de Oliveira Melo: EVIDÊNCIAS:


Somos patifes edificadores da solidão...
Nosso ego é egoísta e paupérrimo de valores,


Somos mistificadores de nossa própria consciência



E profundamente ingratos perante as coisas do mundo...

Muitos se proclamam materialistas e deveras ateus,

Mas a verdade é uníssona em relação a todos...

Vivemos driblando o raciocínio por interesses pessoais,
A inteligência é um atributo comum às criaturas
Que a renegam para livrarem-se das responsabilidades
E não assumir compromissos por puro comodismo...

Permitimos que a hipocrisia recalque nossa existência
E nos fazemos de surdos-mudos por infidelidade...
Não há carência em nós, temos vida em abundância
E autossuficiência para vencermos as adversidades...
Somos ricos por natureza, porém pobres por opção!

Os pedregulhos da estrada testam nossa paciência,
Então os transformamos em obstáculos intransponíveis...
Somos, na realidade, enfermos e cruéis mentecaptos
Do nosso eu que a tudo espera sem devidos esforços
E nos coloca, inadvertidamente, nos pedestais da luxúria...

Cegos estamos porque fechamos o olhar às evidências,
No mais fundo do nosso íntimo sabemos que há um Deus,
Que nada se fez ao acaso, nem mesmo nós...
Cabe-nos elucidar a preguiça e assassinar o orgulho

Que corrói nossas vísceras e nos põe ao relento...
Devemos nos envergonharmos de não sermos humildes
E consentir que a ambição nos tolha a inteligência...

Basta visualizarmos de soslaio o que nos rodeia,
Só uma sapiência Única para desenhar a perfeição universal

Dum orbe ainda primitivo, mas eloquentemente arquitetado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário