quinta-feira, 29 de junho de 2017

Poesia De Quinta Na Usina: D'Araújo: Fosso:




Não a nada que possa adoçar,
a vida daqueles que se recolheram,
ao amargo  fosso de sua próprias amarguras.



D'Araújo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário