quarta-feira, 7 de junho de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da rede: Rosa Martins:


O beijo do Escorpião
Ó!! boca abençoada, cheia de desejo,
que paixão num beijo tu me deste minha amada,
a minha boca era chama,
a tua, labareda, cama, de veludos enfeitada,

e foi juntar o fogo à palha,
ardeu em arte canalha,
o beijo que me inflama,
consumiu a minha Alma...

agora estou fria...calma, 
não é coisa de quem ama,
talvez seja a noite fria,
ou a solidão, na cama...

rosamar

Nenhum comentário:

Postar um comentário