quarta-feira, 14 de junho de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Sil Cari:


Navego por la luz de tus ojos claros, 
me sumerjo lentamente y sin pausa. 
Sé que me esperas en tus brazos. 
Te aprieto con fuerza para que no te esfumes. 
Tu piel siempre caliente me reconforta el alma y el cuerpo. 

Hoy quiero sentirte así, sin demandas.
Autora: Sil Cari
Navego pela luz de seus olhos claros,

Me sumerjo lentamente e sem pausa.
Sei que me esperas em seus braços.
Você vestiário com força para que você não esfumes.
Sua pele sempre quente consola-me a alma e o corpo.
Hoje quero sentirte assim, sem exigências.

Autora: Sil Cari

Fonte de origem:

Nenhum comentário:

Postar um comentário