sexta-feira, 16 de junho de 2017

Sexta Na Usina: Poetas da Rede:Francyo Dyaz: AMORES DESCOLORIDOS:


Quero cores em minha vida

hoje eu abri minha janela

e a paisagem que vi estava na cor cinza

ou melhor dizendo

estava tudo em preto e branco
alguém roubou o verde das folhas
tirou o azul do céu 
e o brilho do sol
cadê o vermelho do batom?
e o castanho dos seus olhos?
quero o colorido vivo, impresso
nos lábios que me pedem beijos
nos risos que emanam amor
tudo o que eu quero em minha vida
é cores e sentimentos



quando o amor vai embora

leva consigo as cores

transforma tudo em deserto
onde não nascem as flores
deixa os sonhos vazios
áridos e incolores
alguém por favor
desenha o arco-íris em minha pupila
ou dê duas demãos de ilusões
risque, rabisque ou enfeite
mas traga de volta as cores e as razões
quero cores em minha vida
não dessas que se pode comprar
e sim daquelas que os olhos produzem
mas só o coração pode ver!!!

Francyo Dyaz
Direitos autorais reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário