segunda-feira, 10 de julho de 2017

Crônicas De Segunda Na Usina:Pensamentos inúteis:d'Araújo:



Até onde esse puteiro à Céu aberto no qual transformaram a nossa sofrida Pátria vai aguentar essa Guerra política.
Primeiro eles se engalfinharam dentro da própria casa, nos terreiros de Brasília, depois o braço forte de cada partido se digladiaram nos presídios, agora os traidores das industrias estão em guerra pela fatia maior do mercado.
Estamos em uma terra de abutres, todos esperam a carniça alheia cheirar mal para que eles puxem cada um o seu pedaço.
Até quando os homens de bem desta pobre pátria vão assistir de braços cruzados a este mar de lama se espalhando, ou será que não sobrou uma só alma politica nesta pátria que se possa confiar.
E pensar que um dia acreditei que meus filhos viveriam em uma pátria livre e democrática.
e nestes eternos anos de luta, tudo que conquistamos, foi direito de morrer gritando, nos amontoados corredores da saúde publica.
Só espero que pelo menos meus netos alcance uma pátria com um pouco mais de bom senso, e uma pitada de senso crítico, que é tudo que precisamos para mudar o mundo.

Por enquanto continuo assim lendo o caderno de política em um lugar adequado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário