quinta-feira, 6 de julho de 2017

Poesia De Quinta Na Usina: D'Araujo: Poema: Inesperado.


Um ser que aparece do nada e faz 
sucumbir qualquer poder de reação contrária.

O cantarolar do vento que bate em meu 
rosto me traz o gosto e o prazer de estar 
com você e poder entender o entardecer 
da lógica diante o inesperado.

Então fico calado a observar a 
importância da tua existência diante a minha.

D'Arujo.









Link para adquirir o Livro:
"O Grito da Alma" poesias e pensamentos
http://24.233.183.33/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br

Nenhum comentário:

Postar um comentário