quarta-feira, 19 de julho de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Regiana Amorim: Poema: Esperança


Um Véu Branco,
Meio transparente,
de Esperança
Feito de Sonho de Criança,
Tomou-me de súbito n'uma Manhã
Cheia de Estrelas.
O sol ficou Maior,
Mais rosado,
de cor de Sorriso
desabrochado.
Esperança insistente,
Que Agarra,
e Que Amarra
o Coração da Gente
num fio de alegria
nenhuma Dia Do final,
Fazendo-me Acreditar
that when o dia raiar,
e eu Acordar ...
Tudo melhorar IRA.








Nenhum comentário:

Postar um comentário