sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sexta Na Usina: Poetas Da Rede:João Paulo Bernardino:


As paredes conspiram

silenciosas

num murmúrio sagrado

e fatal.

A lua cresce

pelo vazio da noite

afagando de suor frio

todo o meu corpo
e a quietude que se agiganta
fecunda-me a imaginação
com larvas-de-medo
roendo-me subitamente
a razão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário