quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Poesia De Quinta Na Usina: D'Araujo: Meu Tom:


O que regula o meu tom,
é sempre, o volume dos argumentos,
eu falo, falo, falo, só então eu grito.
Apenas para lhe avisar que você nunca mais,
vai me ouvir...

Nenhum comentário:

Postar um comentário