quarta-feira, 1 de março de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Rosely Andreassa:PASSADO:



Guardei você no livro da memória,
a nossa história adormeceu no
passado como páginas amareladas
intactas!

A sua face perdeu a nitidez, seus 

olhos apagados, nos seus passos 

não me acho.

Seu vulto apenas neblinas levadas 
pelo vento como um triste lamento...

Outrora queria gritar para o mundo,
agora tudo absurdo!
Nas esquinas da vida as ilusões são
permitidas, mas são frágeis e se
desfazem...
O amor é uma troca entre as almas,
a ausência tormentas que calam a
rasão.
E a paixão se esvai com a solidão!
Rosely Andreassa 17/03/2014

Quarta Na Usina:Flávia Guimarães:PAIXÃO E QUERER:


Um amor correspondido...
Uma entrega sem pressa...

Uma verdade entre nós,

Um desejo... 

Um querer... 

Uma paixão que me
tira o juízo! 

Flávia Guimarães
Código do texto: T4731315 
Classificação de conteúdo: seguro

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Eliane Reis :Eliane Reis:


"...Um dia entenderás, meu amor, esse doce recolhido pela leveza dos ventos; 
esse néctar que alimenta minha alma, e a seiva que suplanta todos os meus riscos. 
Saberás desse pouco de tudo que me transmuta. Que faz de mim o que as manhãs fazem com as rosas..." (Eliane Reis)

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Gisele Nap Poetisa: Poema:O MESMO SENTIMENTO DE ANTES:



Talvez eu possa amar como antes,
talvez eu possa te admirar novamente
aquela pessoa que tanto me orgulhou
e que sempre admirei.


Talvez possamos ser amigas 

mais amigas e mais verdadeiras.

Eu gostaria de sentir o mesmo sentimento de antes

e amar-te por inteira.



Mas devido a tantas desavenças

e a todas as ofensas

já não consigo, por mais que me esforce

eu não consigo me encontrar perto de ti.



Sou-lhe grata 

sou-lhe carinhosa

eu lhe desculpei.

Por seu coração também fui desculpada

mas sinto que somos como vaso quebrado,

não há beleza mesmo com as peças coladas.









Link para adquirir o Livro:
"O Grito da Alma" poesias e pensamentos
http://24.233.183.33/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Alexandra Farias:


Cuando un beso te desnuda, extremeciendote y llevándote a otro mundo, es porque ese beso es el perfecto y es unos de lo que seguramente guardara en tu corazón, ya que ese precisamente ese beso es el que te dice, que es el momento, pero no lo busque solo espéralo y veras lo hermoso que será ese momento con el que tanto soñaste.


Alexandra Farias

@Luna enamorad@

© Alexandra Farías. Todos los derechos reservados

Quando um beijo nu, extremeciendote e levá-lo para um outro mundo, é porque o beijo é o perfeito e é um dos que certamente vai manter no seu coração, uma vez que precisamente aquele beijo é que diz, está na hora, mas não procuram apenas esperar por ele e você vai ver a coisa linda que é nesse momento que tanto sonharam.



Alexandra Farias @Luna enamorad @ © Alexandra Farias. Todos os direitos reservados (Traduzido por Bing)

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Vanessa Vaz Nobile:


Sou doce, dengosa, polida…
Fiel como um cão, sou capaz de

te dar minha vida.

Mas olha não pise na bola,

se pular a cerca eu explodo, 

comigo não rola.
Sou de me entregar de corpo
e alma a uma paixão, mas não
tente nunca enganar me coração,
amor pra mim só vale assim
sem precisar pedir perdão…
Adoro tua mão atrevida,
seu toque seu simples olhar
já me deixa despida.
Mas olha que eu não sou boba,
por trás desta pele de cabra
eu escondo uma loba.
Quando estou amando sou
mulher de um homem só,
desço do meu salto faço
o que lhe dá prazer, mas ó
meu rei a minha lei você
tem que saber…
Sou mulher de te deixar
se você me trair, e de
encontrar um novo amor só
pra me distrair. Me balança
mas não me destrói, por que
chumbo trocado não dói, eu
não como na mão de quem brinca
com a minha emoção.
Sou mulher capaz de tudo
para ver feliz, mas também
sou de cortar o mal pela raiz.
Não divido você com ninguém,
não nasci para viver em um harém.
Não me deixa saber que
será bem melhor para você, me esquecer.

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Loba Soñadora: Querido Lobo:


Llego aquí después de cruzar el mar abierto del bosque,

el mar vegetal que habitas,

el abierto de ira en la oscuridad y en la luz que lo cruza a

hurtadillas,
en su densa, inhabitable noche de aullidos que impera
incluso de día o en el silencio,
mar de resmas de hojas
que caen y caen y crecen y brotan, todo al mismo tiempo,
de yerbas entrelazadas,
de mareas de pájaros,
de oleadas de animales ocultos.
Llegué aquí cruzando el puente que une al mundo temeroso
con tu casa,
este lugar inhóspito,
inhóspito porque está la mar de habitado,
habitado como el mar.

En todo hay traición porque todo está vivo…
Por ejemplo, aquello, si desde aquí parece una sombra,
¿hacia dónde caminará cuando despierte?
Como fiera atacará cuando pase junto a él,
cuando furioso conteste al sonido de mis pasos.
Así todo lo que veo.

En todo hay traición
…era el camino, lobo,
la ruta que me lleva a ti…

Escucha mi delgada voz, tan cerca.
Ya estoy aquí.
Escoge de lo que traje
lo que te plazca.
Casi no puedes mirarlo,
insignificante como es,
perdido en la espesura que habitas.

Estoy aquí para ofrecerte mi cuello,
mi frágil cuello de virgen,
un trozo pálido de carne con poco, muy poco que roerle,
tenlo, tenlo.

¡Apresura tu ataque!
¿Te deleitarás con el banquete?
(No puedo, no tengo hacia dónde escapar
y no sé si al clavarme los dientes
me mirarás a los ojos).

Reconociéndome presa
y convencida de que no hay mayor grandeza que la del
cuello de virgen entregándose a ti,
ni mayor bondad que aquella inscrita en tu doloroso,
lento,
interminable
y cruel
amoroso ataque,
cierro esta carta.

Sinceramente tuya, TU LOBA ....
Loba Soñadora ....16 / 06/ 2014 ¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡ Derechos reservados 

Pensamento do Dia:

Por gentileza não me perdoe pelo que disse, pois vou continuar falando o que penso.


Esta e mais de 90 outras frases estão nesta edição comemorativa.
Para fazer o download grátis do livro basta clicar no link a baixo: