quarta-feira, 15 de março de 2017

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Ana Alencar: Entre Linhas:




Quero só um pouco
Desse teu tudo
Que tanto me fala
Quando teu falo
Me cala fundo

Ana Alencar

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Lin Quintino:



Descobri que não posso
ter controle, e nem ter garantias
de muitas coisas em minha vida.
E um deles é a vontade que tenho
de querer entender como as pessoas
sentem e agem. 
Se não tenho controle de mim própria,
como posso querer entender o outro.
Aceitar é tudo que posso fazer, e,
agindo assim, consigo que meu coração 
se acalme e perceba que não 
preciso ter garantias,
me basta sentir, esperar
pois tudo acontece no momento certo.
Aceitando isso, 
a insegurança diminui 
e assim eu espero
que um dia gostar me baste
sem que eu tenha que ter garantias
e que me basta apenas a luz
que vejo em teu olhar.


Lin Quintino.




















Link para adquirir o Livro: "Enquanto Deus Dormia."

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Maria Bittencourt:SOBRE O AMOR:


Há um fogo em meu corpo que mais 


parece a conspiração do inferno.
Esse fogo é que vive a queimar,na 
convulsão,na contemplação do que 
tenho que ignorar, interno. 
Fisionomias desfeitas de dor de amar, 
nas estações de outono, 
verão primavera e inverno
É a dança do olhar, é a dança dos ventos
É a homenagem deles, me deixarem viva 
pelo meu carisma.
Eles os meus amores eram humanos insanos...
Eles me tomavam nos braços, e me bebiam
aos tragos em seus lábios.
Quando me amavam, me machucavam
e eu mentia que o amor teria fim, e que 
em pouco tempo, ele sairia de mim.

Quarta na Usina: Poetisas Da Rede: Elisabeth Gl. da Conceição:O Poeta:


Enquanto entoa um canto

capta se no momento 

palavras no ar.
Todo vazio vai se embora ,
o poeta quer falar
do amor que o inspira ,
da paixão que avassala
de momentos inebriantes ,
de seu eterno sonhar.
O amor a natureza
do sol...da lua...do mar ,
de tudo que inspira beleza ,
o poeta quer falar.
De encontros.. de desencontros ,
amores e desamores.
Sentimentos..... coração.
Simplesmente falar ,
está no seu ser
o dom de escrever...
que o amor está no ar.

Elisabeth Gl. da Conceição

‪Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Hilda Machado: ‎Desejo:


A singeleza do desejo,

Do meu desejo,

Do desejo de cada um,

É o que move,
Os indivíduos dos seus lugares,
Acomodados,
Tranquilos,
Confortáveis!
Mas, o desejo,
Que não tem razão.
Que é intrínsico,
Que é inerente,
Muitas vezes,
Ao esperado,
Leva o indivíduo
A viajar num balão,
Saltar do trampolim ,
Pular do navio
No meio do oceano!
O desejo é esse,
Que é esse desejo!
O desejo da experiência,
Do viven!ciar,
E reunir lembranças inesquecíveis!

‪#‎desejo



Hilda Machado

20-10-2014

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Luciana Bianchini: Um poema chamado Maria Ramires Ramires:


És linda.,
És formosa
feita uma botão de

rosa, assim charmosa.

És um perfume um dos

mais caros, que chegamos

a ficar, pela tua essência
poética, totalmente 
apaixonados. 
Maria Ramires Ramires
Encandeou nossa visão,
feitas pelo olhar do teu
coração, nos deixando com
suas poesias, cheios de paixão.
Maria Ramires Ramires, você
embeleza nossas páginas e
versos que são verdadeiras folhas
mágicas. Maria Ramires Ramires.
És linda.
És bela.
És poetisa
graciosa.
És flor e
tuas poesias,
feitas com sabor do amor.

Luciana Bianchini

Pensamento do Dia:

“No compasso do passo que faço, Eu desfaço o compasso da onda que passa. E submerso no meu pensar, encontro desejos que até eu desconhecia.”


Esta e mais de 90 outras estão nesta obra.
Para baixar o livro Grátis é só clicar no Link abaixo: