quarta-feira, 10 de maio de 2017

Pensamento do Dia:

A inútil luta do coração para resistir, quando é abatido por um golpe traiçoeiro da paixão.


Esta e mais de 90 outras frases estão nesta obra:
Para baixar o livro Grátis, é só clicar no link abaixo:

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Rosane Silveira:




Saudade do tempo

que eu falava de amor

e minhas mãos iam deslizando

ávidas pelas linhas, letras

e pontos acariciando os versos

com tanto sentimento,
com um amor que
de tanto latente, escorria
como por dentre o poema
fazendo-o saciado e inteiro
hoje não sinto o que sentia
hoje no lugar nasceu uma flor
não existe mais amor
é uma flor minúscula
quase imperceptível
não sei se conseguiria falar do amor
de outrora
assim como antes quando o meu coração
era puro sentimento
hoje não existe nada
só essa saudade de
quando falava de amor.


Rosane Silveira  

www.rssilveira.blogspot.com

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Elany Morais:FORMAS CLARAS:


Vida clara, vida branca, onde estás tu?
Que rumo tomadas? Que Caminhos continuar?

Prostro-me na esperança de te alcançar.

Teus passos são correntes para meus pulsos.

Ouve-me! 

Se tens formas brancas, não deixes meus
Caminhos com borrões. 
Espere por mim!
Minhas forças reclamam repouso em
Campo manso.
Se brancas são tuas vestes,
Cubra-me nessas andanças fadigadas,
Lança sobre meus ombros descanso frio.
Oh!! Brancas és meu esperar.
Curvo-me para que vens me socorrer.

Caxias -MA, 29 de abril de 2014.

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Sanra Sucupira:Sintonia de Amor:



Miram-me as luzes quentes
Faz suar o corpo aquecido
os

Faz do momento vivo, o be
O som que me vem dos gemi
dlo adormecido

jo claramente o todo de mim


que na escuridã
Num relâmpago v
eo, de noites frias escondia desejos ardentes, envolventes

lma da
quentes docemente em mim, no encontro de ti. E agora, na c
aluz, no encontro de tudo ficas tu, a admirar mudo O eu, o tu,

e um jardim
um
Sandra Sucupi
r


Todos os direitos reservado à autora:

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Elza Aparecida: Amar você:



É caminhar descalço na chuva
fazer algodão doce colorido
de flocos das nuvens brancas
é voar na asas da fênix
colher estrelas brilhantes.


Amar você



É me sentir um menino de novo

enamorado pela primeira vez

é cantar num coral de anjos

um hino sublime ao amor...



Amar você.



É colher conchinhas na praia ao luar

deitar nas nuvens e descansar...

Assim eu me sinto ao te amar.


















Link para adquirir o Livro: Calabouço contos e outros:
http://24.233.183.33/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Mabel Illanes: AMARTE EN SILENCIO...


Amarte silenciosa é afogar meus pensamentos e deceos dentro do meu corpo, que é o amor com toda a força da minha alma, é só querer fechar os olhos apenas para sonhar com você e você pode ser me transportar para o mundo da ilusão onde nós, só nós dois amandonos com loucura e paixão, onde eu me entrego a você por completo com o meu coração e alma
Amarte silenciosa é prendê-lo em  meus braços em meus sonhos, não querendo acordar para torná-lo eterno, é aquele lugar secreto onde eu posso te amar sem palavras e silêncio acordar Eu não quero que acorda me é um grande tormento para você tem serca sentir sua respiração torna louco meu sentidos e meu corpo e fazer grandes esforços para contê-lo, porque eu espero por seu beijo, esfregar a pele, beber sua respiração, mantenha este amor para dar-me de corpo e alma a isso que eu me sinto

Amarte silêncio é saber fechar os olhos para expressar quando serca eu sinto está mordendo meus lábios por deceo para testar seus beijos, porque você é estranho para mim que eu sou apenas o seu amigo que ouve todas as suas tristezas, as suas alegrias, o seu amor, suas decepções, eu só Eu sou seu amigo que sempre estará ao seu lado em todos os momentos que você precisa apoiar um só fôlego, eu sempre viver esse amor em segredo, eu vivo Amandote no silêncio dos meus sonhos, porque só lá você vai ser sempre minha para sempre meu amor secreto ...

Direitos de Autor: Mabel Illanes 2014/06/30

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede:Elaine Coletti: ‎Grito Poeta:


Como é bom sentir você!
Como é bom estar com você
Nem que seja por pouco tempo
Tempo esse que se torna imenso, intenso
que nossos olhares se cruzam

bocas se desejam, imploram um beijo

Você sabe me seduzir

sussurra ao meu ouvido

o que quero ouvir, o que sou para você

Você meu feiticeiro
com o seu olhar me possui...
Leva-me aos céus, e me entrega a lua...
E eu assim sem restrições me entrego
Essa magia para que eu amo
fico perdida e me encontro em você
Seu toque, seu corpo...
Me chega
Me transforma
No enlaço do seu abraço, esqueço tudo
e só lembro que sou só tua.... 
Elaine Coletti

Quarta Na Usina: Poetisas Da Rede: Mahiriri Ossuka :Velas acesas:

Chuvas imensas de guerras negras,

Turbulências removeram chagas grandes,

Em parte mortes duras e sem regras

ades. Noites intensivas de furor Vozes a

Acabam uma pobre vida de personali

dcabadas pela opressão do povo
Numa grande bagunça e terror,
Hamou “As vossas almas descans
Um a enterrar, menos um servo. Fostes embora, Ele que vos
cem em paz” E não só entre nós vossa obra ficou, Como vós o homem novo não é capaz.
postas Como se fossem uma
As pedras por vós escritas Estão entre nós postas em conserva Escondidas longe e be
m fonte reserve. Vós que com vosso sangue e suor Constituístes este chão por nós amado,
s e mares mergulhar, Em machambas o
Fostes, mas temo-vos o imortal amor Por terem sangrentamente desamarrado. Já posso nos ri
o alimento extrair Tendo que antes livremente semear Num chão de campas a destruir. Ídolos que fostes, fostes e fostes!
Tipo de Mortal, Notícias tá
Na coluna deixastes um vazio Que teremos que ser fortes, fortes e fortes Em acabar com o que o diabo abriu. Novas matança
scticas procuramos de vós Na nova batalha venceremos no final E a vós pedimos que não nos deixes a sós.
Pemba, 25/05/2006 (Dia de África)