segunda-feira, 24 de julho de 2017

Crônicas De Segunda Na Usina: Mercado Editorial:Editora:Lote 42:



Nesse sentido, a Lote 42 age como uma amplificadora do debate gerado pelo livro. Apostamos no leitor. É ele quem determina o caminho a ser seguido para a obra crescer - seja solicitando a realização de uma conversa por e-mail com outras pessoas que também desfrutaram da obra ou até mesmo em videoconferência com os escritores.

A Lote 42 entende a web como uma poderosa aliada para disseminar a cultura, respeitando os preceitos dos bons livros impressos.

Acreditamos que o leitor é quem deve decidir a melhor maneira de aproveitar sua leitura. Os assuntos que nos comprometemos em apresentar ao público atenderão demandas contemporâneas da sociedade, mas sem deixar de lado um tratamento cuidadoso, sempre sustentado pela tese de que o texto precisa ir além do tempo real.


A Lote 42 responde às demandas de um público que cada vez mais exige qualidade de reflexão. A Lote 42 tem como propósito editorial pensar a sociedade em que vivemos, demarcar e estender nossos papéis sociais e políticos, transformar o estado passivo da matéria que insiste em inércia, proporcionar o acesso à reflexão e à imaginação.


Fonte de origem:

Pensamento do Dia:



"Vivemos em uma República de alienados, e infelizmente todo político 
tem a face exata da nação que ele representa."

D'Araújo.

Crônicas:Republica de imbecis.


      Ao logo do julgamento do famoso e interminável mensalão, venho me perguntando. Qual motivação movia o STF, para este súbito surto de justiça contra políticos e suas respectivas legendas.
Cheguei realmente a cogitar um leve pensar de que estávamos tomando um novo rumo, mas infelizmente durou pouco, pois ao ouvir a noticia de que o fabuloso Joaquim Barbosa relator do processo se elegeu o primeiro negro a ocupar a presidência da suprema corte, foi inevitável à constatação de que, mas uma vez estamos diante de uma daqueles escabrosos acordo dos três poderes, para uma blindagem dos mesmos. Recuperando assim o prestígio das intuições publicas.
Chego assim à dolorosa constatação de que os senhores do poder realmente acreditam que vivemos em uma Republica de imbecis. Porque se ouve desvio de dinheiro publico, todos deveriam devolver todo o montante corrigido aos cofres publico.
Então o que devemos ter como resultado deste show pirotécnico com o duelo de titãs, entre Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski, que os meios de comunicação produzirão com tanto afinco e determinação sem poupar elogios.
Independente de culpados ou não vamos ter um ou dois boi de piranha que será preso para dar suporte ao julgamento, e os caciques como sempre cumprirão sua penas em regime semi aberto, trazendo assim acalento as necessidades de justiça de todos.
Devemos admitir que foi uma manobra espetacular.
 E como nos belos contos de fadas todos viveram felizes para sempre...

Crônicas De Segunda Na Usina:A FAMÍLIA QUE PRODUZ A PRÓPRIA COMIDA EM 370 METROS QUADRADOS (2700 KG DE COMIDA)


Hoje em dia, chegar até o final do mês não é fácil por causa do aumento dos custos, da dificuldade de encontrar um emprego e dos salários muito baixos no caso uma pessoa ache uma ocupação. No entanto, a técnica usada poresta família de Los Angeles pode ser um exemplo perfeito de como podemos conseguir sobreviver produzindo o próprio alimento sozinhos e cultivando-o utilizando as mais modernas técnicas.
Nos arredores da capital da Califórnia, nos Estados Unidos, vive a família Dervaes. É uma família que possui um jardim com uma superfície de cerca de 370 metros quadrados. As dimensões são normais, nada de exagerado, mas mesmo com pouco você pode conseguir realizar muita coisa. A cada ano, esta família consegue com seu pedaço de terreno obter uma alta quantidade de comida, o suficiente para se sustentar. Na verdade, são mais de 2000 os vegetais que são cultivados no terreno dos Dervaes. Além disso, podemos especificar uma quantidade elevada de fruta de estação e ovos nascidos graças ás galinhas que pertencem à criação da pensão.

urban-homestead-11
Números muito interessantes para um grupo de pessoas que podem viver com muito pouco e não precisam de nada mais. A produção dos Dervaes é realmente admirável e alcança números incríveis. Os campos produzem alimentos também, para outras pessoas que pretendem comprá-lo, garantindo uma renda familiar de quase 90.000 reais por ano. Uma técnica que, ao que parece, traz benefícios para a família mas também para os outros.
No super-jardim dos Dervaes há de tudo. A partir de vegetais até as frutas, de ovos de galinha biologicos até as flores comestíveis e o mel. Há algo para todos os gostos e para cada tipo de exigência, com uma longa série deprodutos biológicos e compatíveis com o meio ambiente. Mais de 400 variedades de produtos estão presentes no grande jardim, com preços de venda que são perfeitos se consideramos o seu inquestionável valor, capaz de satisfazer até os paladares mais exigentes.

dervaes
Devemos também mencionar a capacidade da família californiana de minimizar o consumo ambiental e as despesas. Na verdade, os membros da família instalaram vários painéis solares para fazer funcionar as máquinas agrícolas , com energia renovável sempre limpa. A poluição é quase eliminada e os Dervaes não causam nenhum impacto na atmosfera, agindo em nome da limpeza e do respeito pelo ecossistema.
 Os produtos são cultivados de acordo com a estação e sua venda é estritamente reservada para os restaurantes na área, resultando em excelentes ganhos do ponto de vista puramente econômico. Com o excesso de dinheiro, a família pode adquirir bens não produzidos internamente. É suficiente ter experiência, boa vontade e determinação para realizar uma pequena empresa de alimentos através do cultivo das próprias terras.




fonte:http://www.astoupeiras.com/


via-http://dicass.org/?p=7395%2F