sábado, 10 de agosto de 2013

Poema: Presença.


Por entre nuvens e montanhas minha alma flutua,
em busca de tua presença.
A noite cai e você não vem me aquecer.

O frio da madrugada gela meu corpo.
O dia nasce e você é só um sonho que não Termina.

Como posso continuar sonhando se já não tenho
O entardecer com o sabor dos teus beijos.
E aonde esta você que não vem acalentar minha alma.

Chega à noite então durmo na esperança de sonhar
Com você.
Mais aonde esta você que não vem...


D'Araujo.

2 comentários:

  1. Gostei dos elementos colocados no poema, são ricos em combinações no decorrer do texto, valeu!

    ResponderExcluir